Bizarrice genética

Nessa semana que passou foi aprovada no Reino Unido a dita "lei Frankenstein". Que significa? Está aprovado o uso pelos cientistas britânicos de embriões híbridos, ou seja, células animais com material genético humano. Avançam mais um estágio na instauração de uma nova ordem moral e ética que passará a surgir num futuro nem tão longínquo. Fora a bizarrice intrínseca ao projeto, o uso desse tipo de pesquisa atenta frontalmente contra a dignidade humana. Misturar elementos animais com humanos é um ato de atentado à natureza humana e à lei natural.
___________________________________________________________

Lembram quando procurava livros sobre "lei natural"? Pois é. Estou lendo um que explica tão claramente que é o melhor para os não estudiosos. "Cristianismo puro e simples", de C.S. Lewis. (Martins Fontes).
Outro que leio paralelamente ao de Lewis é o do filósofo alemão Jürgen Habermas, "O futuro da natureza humana" (Martins Fontes), no qual discuti as implicações éticas de uma suposta "eugenia liberal". Bem, interessante...

2 comentários:

osátiro disse...

Rezemos por Habiba jovem argelina que se converteu ao Cristianismo e enfrenta a prisão por abandonar o Islão.

http://www.oecumene.radiovaticana.org/BRA/Articolo.asp?c=208084

Andrea disse...

É, tá difícil! E agora que aprovaram aqui no Brasil a pesquisa com células embrionárias?
Olha, do jeito que a coisa vai...ai ai.

Vamos orar!

Abraço e fique com Deus!