"Ateísmo cristão"

Mais um livro do movimento ateísta militante chega às livrarias: "O espírito do ateísmo". André Comte-Sponville. Martins Fontes. Nesse domingo saiu uma boa crítica na Folha de S. Paulo escrita por Eduardo Rodrigues da Cruz. Um dos trechos que me chamou atenção foi: "O autor parece ter sido afetado por uma disposição muito comum na modernidade tardia: uma volta à espiritualidade, mas recusando o Deus cristão e sua igreja". Segundo Cruz, Comte-Sponville não pertence ao rol dos Dawkins da vida. O autor de "O espírito do ateísmo" defende o patrimônio cultural do cristianismo e mesmo sua espiritualidade. Interessante, não? Já comprei e só falta chegar. Lido, dou meu parecer.

3 comentários:

sedente disse...

Cristo está vivo...ressuscitou!
Santa Páscoa!
Abrç+

Boas leituras lol

R. B. Canônico disse...

Interessante que até mesmo Dawkins recuou em suas posições estúpidas, admitindo, de certa modo, uma cultura cristã.

Mas há outros não-cristãos que sabem da importância cultural da Igreja, como Umberto Eco.

Abraços!

H K Merton disse...

Recusando o Deus cristão e sua Igreja? Complicou...